segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Sobre a polêmica em relação a construção de uma Igreja na área da Capela de São Sebastião

Inauguração da Capela em 1936
A Capela de São Sebastião foi construída na gestão do Padre José Borges sendo o início da obra no ano de 1936 com a inauguração no ano seguinte tendo a presença de Dom João da Matta bispo da Diocese de Cajazeiras. Ao que consta, a obra teve como encarregado o pedreiro Severino Cunha com a ajuda de pessoas da comunidade e devotos de São Sebastião. Os postes de iluminação foram doados assim como muitas outras coisas. A imagem de S. Sebastião foi doada pelo Major Euclides Brito da Nóbrega (custou seiscentos mil reais). A de Santa Joana Darc, por Naninha Medeiros, a de Santa Terezinha por Dondonzinha Nóbrega, e a de N. Senhora do Montserrat, por João Medeiros.

Bases para nova Igreja
Em resumo, podemos dizer que a capela é um imóvel que merece ser preservado tendo em vista o valor que tem para memória e a história do município bem como o valor que tem para integração daquela comunidade. É em torno dessa obra a mais nova polêmica da cidade.

De um lado o Conselho da Comunidade de São Sebastião (órgão colegiado da Paróquia) que decidiu que deveria ser mantida a proposta original de construir uma nova Igreja tornando o atual prédio da capela a torre central. Aqueles que moram no bairro, frequentam as missas mensais na capela e organizam a Festa de São Sebastião consideraram mais importante construir uma Igreja no local da capela não tendo considerado o efeito que isso causaria sobre a preservação da memória local. Essa decisão, a propósito, contrariou  a proposta do Padre Elias que queria recuperar a capela e construir a nova Igreja em outro terreno no mesmo bairro.

De outro lado está uma parcela da população de Santa Luzia que não mora no bairro, não organiza a festa e não frequenta regularmente a capela em suas atividades religiosas. Esta parcela considera que se trata de um patrimônio histórico de Santa Luzia, portanto, de cada cidadão ainda que não more no bairro devendo ser preservado. 

Neste confronto de visões, duas questões precisam ser respondidas: o benefício gerado pela construção de uma Igreja no local decidido pela comunidade que a utilizará compensará a descaracterização da proposta original da capela construída há 77 anos? Se a comunidade parar a obra e manter a estrutura original vai ser feita a recuperação e urbanização da capela de São Sebastião? Deixar um monumento histórico cair por falta de manutenção ou mesmo abandoná-lo sem atribuir-lhe o devido valor também é algo questionável tanto quanto mudar a sua estrutura e modernizá-lo.

O projeto de Lei para o tombamento, de autoria do ex-vereador Joselito Eulâmpio, não foi executado e não há nada que trave a obra salvo se o Ministério Público se pronunciar, mas, para isto, precisa ser provocado. A propósito, salvo Joselito e Terezinha Alves, os vereadores, ao que me consta, não se preocuparam com a regulamentação deste tema e, por causa desta omissão, muitos prédios históricos deixaram de existir na sua forma original por causa de reformas feitas por seus donos. Omissão que também foi feita pela sociedade civil, registre-se. Por que só a capela é alvo de polêmica?

Recentemente, a Secretária de Cultura de Santa Luzia, Terezinha Alves Nóbrega, afirmou que está começando a planejar políticas públicas voltadas ao tombamento e preservação do patrimônio histórico, artístico e cultural de Santa Luzia. Mas, infelizmente, a pasta não dispõe de orçamento que permita realizar ações rapidamente. A Secretaria está tentando captar recursos através de editais cujos resultados ainda não saíram.

Antes de aderir a um ou outro grupo nesta polêmica é bom pensar se é só a intervenção na capela de São Sebastião que precisa ser discutida. O Poder Legislativo tem muito a contribuir nessa causa e pode colaborar para que a Secretária de Cultura supere as dificuldades que tem passado para executar o seu trabalho. A sociedade civil também tem responsabilidade nesta causa devendo se integrar ao Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental  que imagino que já esteja criado.
CONTINUE LENDO ►

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

SERESTEIRO URANO SHOW SERÁ ATRAÇÃO EM EVENTO QUE FARÁ UM ATRIBUTO A ALTEMAR DUTRA

O seresteiro Urano Show, de Santa Luzia, será a atração principal em festa na cidade de Lagoa Seca – PB no próximo dia 09 de novembro no evento que fará uma homenagem a Altemar Dutra cujo falecimento completa 30 anos em 2013.

O evento que tem como título "30 anos sem Altemar" dá sequência ao projeto da Cabana do Fernando que acontece há 29 anos e esse fará homenagem ao Grande Seresteiro das Américas. O evento contará ainda com a participação da dupla Inaldo e Paulo Rubens de Campina Grande.

O repertório da noite do evento é todo voltado para os grandes sucessos do saudoso Altemar Dutra e foi feito pelo próprio Fernando Da Cabana (idealizador e produtor do evento que conhece tudo sobre a vida, a obra e a morte de Altemar Dutra)

Para comemorar a data, o seresteiro Urano Show preparou um CD com 12 Faixas trazendo o título: TRIBUTO A ALTEMAR DUTRA. "O CD foi feito especialmente para a noite da festa em Lagoa Seca com os maiores sucessos da carreira de Altemar Dutra de quem sou fã" disse o cantor Urano Show.

O CD Tributo a Altemar Dutra é o 18º da carreira de Urano Show e, que será lançando na festa “30 anos sem Altemar”.
CONTINUE LENDO ►

domingo, 20 de outubro de 2013

Projeto aborda preservação do patrimônio público em Santa Luzia

Visita à escola Coelho Lisboa
Na última quinta feira, 17/10, alunos do 1º ano do curso de mieneração acompanhados pelo professor Erinaldo Alves visitaram escolas públicas da cidade de Santa Luzia levando a mensagem do Projeto "Patrimônio Público: do material ao intangível".

O objetivo do projeto, que é coordenado pelo professor de Filosofia Erinaldo Alves,  foi incentivar os alunos da rede públca, em todas as modalidades, a desenvolver a cultura da preservação e conservação do patrimônio público tangível e intangível. 
Alunos do Projeto

A visita às escolas públicas de Santa Luzia sensibilizando os alunos quanto ao cuidado com o patrimônio foi uma das atividades programadas que culminou o projeto que realizou, em 2013, produção de textos sobre o tema, confecção de cartazes e materiais educativos para distribuição entre os estudantes santaluzienses.
CONTINUE LENDO ►

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Vereadores realizam audiência pública para tratar do problema do abastecimento de água


A Câmara de Vereadores de Santa Luzia e comissão de moradores que fiscaliza o abastecimento de água pela CAGEPA em Santa Luzia, convidam todos os cidadãos a se fazerem presentes na Câmara de Vereadores nesta quinta-feira, dia 10 de setembro, de 2013, às 19:00 hrs.

Na ocasião estará sendo realizada uma audiência pública, com a presença do superintendente da CAGEPA (Patos) Maciel Damasceno, os vereadores, entidades da sociedade civil a exemplo da Comissão de Fiscalização do Abastecimento de Água de Santa Luzia.

Na pauta: Melhorias no abastecimento de água com qualidade em nossas residências; Buscar soluções contra os abusos praticados pela CAGEPA no descumprimento de suas obrigações com seus consumidores; Cobrar mais investimentos e ampliação em nossas redes de distribuição de água.
CONTINUE LENDO ►

Aluno da Padre Jerônimo Lauwen representará Paraíba na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude

O aluno Jorge Luis, do 1º ano C da escola Padre Jerônimo Lauwen, em Santa Luzia, disputou nos dias 06 e 07 de outubro a etapa estadual dos jogos escolares em João Pessoa. Jorge competiu na modalidade individual do salto em distância e conquistou a vaga nacional depois de ficar em segundo lugar com um salto de 6,32 metros apenas há nove centímetros do primeiro lugar.

Jorge Luis garantiu sua participação, juntamente com o primeiro lugar, na modalidade de atletismo 15-17 anos dos Jogos Escolares da Juventude, etapa nacional, que ocorrerão na cidade de Belém no Estado do Pará no período de 07 a 17 de novembro. 

O professor Eugênio Pacelli (Pachelo) que acompanha o aluno afirmou que esta foi a melhor campanha da Escola Padre Jerônimo Lauwen nos jogos escolares sendo destaque tanto nos esportes coletivos (handebol) como nas modalidades individuais como a corrida 200m e o salto em distância. "Nós temos muitos atletas bons, mas é preciso dar condições para que eles participem das competições com os equipamentos adequados e de igual para igual nesse critério com outras escolas". disse o professor.

O professor Pacelli, juntamente com a direção e a família, estão preparando a documentação para encaminhar à Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer que providenciará as passagens. Os professores da escola estão fazendo uma campanha para arrecadar recursos para colaborar na aquisição dos acessórios novos que o aluno precisa para participar da prova. 

COMO SERÃO AS PROVAS DA ETAPA NACIONAL

Na etapa de 15 a 17 anos, são disputadas 28 provas pelos alunos-atletas, sendo 14 masculinas e 14 femininas. Cada estado pode inscrever um técnico e 13 alunos-atletas em cada gênero, indicando até dois alunos-atletas por prova e uma equipe no revezamento. O limite de participação por aluno-atleta é de duas provas individuais e o revezamento, que pode ter equipes formadas por alunos-atletas de escolas diferentes.







CONTINUE LENDO ►

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Missa comemora 25 anos de ordenação do Padre Silvio

Na noite do último domingo 06 de outubro foi celebrada, na cidade de Taperoá PB, a missa do Jubileu de Ouro do Padre Silvio Nunes que trabalhou em Santa Luzia. 

A missa foi presidida pelo Bispo Dom Eraldo Silva e concelebrada pelos padres João Saturnino, João Melquíades (ambos da Paróquia de Taperoá) e pelo Padre Elias Ramalho (da Paróquia de Santa Luzia). Nos ritos finais da missa o Padre Elias Ramalho, representando o clero da diocese, leu a carta enviada de Roma pelo Papa Francisco na qual sua Santidade parabeniza o padre e concede a ele sua bênção apostólica.

Ao lado de sua mãe, irmãos e sobrinhos, o Padre Silvio agradeceu, emocionado, aos familiares, amigos, paroquianos toda a ajuda em sua trajetória de Padre. Depois da missa houve confraternização no salão paroquial.





Fotos diocese de patos

A Solene Eucaristia foi presidida pelo Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Eraldo Bispo da Silva e concelebrada pelos Reverendíssimos Pe. João Saturnino, Pe. João Melquíades , Pe. Elias Ramalho e pelo jubilando Pe Silvio Nunes.
Com uma liturgia que primou como de costume pela simplicidade foi comemorado com grande alegria por toda a comunidade o Jubileu de Prata do Reverendíssimo Pe Silvio Nunes, ordenado sacerdote para a Igreja de Jesus Cristo há exatos 25 anos.
- See more at: http://www.diocesedepatospb.org.br/taperoa-festeja-jubileu-de-prata-do-pe-silvio-nunes/#sthash.jqCmvw6t.dpuf
O 27º Domingo do Tempo Comum neste dia (06), foi Celebrado com duas grandes motivações para a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Taperoá que festejou os 25 anos de Sacerdócio do Reverendíssimo Pe Silvio Nunes Faustino Filho e 127 anos de emancipação política.
A Solene Eucaristia foi presidida pelo Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Eraldo Bispo da Silva e concelebrada pelos Reverendíssimos Pe. João Saturnino, Pe. João Melquíades , Pe. Elias Ramalho e pelo jubilando Pe Silvio Nunes.
Com uma liturgia que primou como de costume pela simplicidade foi comemorado com grande alegria por toda a comunidade o Jubileu de Prata do Reverendíssimo Pe Silvio Nunes, ordenado sacerdote para a Igreja de Jesus Cristo há exatos 25 anos.
Em sua homilia, o Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Eraldo Bispo da Silva salientou a singularidade e beleza dos textos litúrgicos chamando a atenção a necessidade de reavivar o dom de Deus em todos nós.
Ao falar sobre a Fé o bispo diocesano ressaltou que mesmo pequena e frágil ela é capaz de nos sacudir, nos desinstalar, transformar- nos e inquietar-nos do contrário não está sendo vivenciada com afinco.
Dirigindo-se ao homenageado pela passagem dos 25 anos de vida sacerdotal exortou: “Desejo que o Pe. Silvio revigore cada vez mais o dom de sua entrega através do sacerdócio e que venham outros 25 anos dedicados a Deus e a seu povo”.
Ao final da Celebração em nome de todo o Clero Diocesano o Reverendíssimo Pe Elias Ramalho leu mensagem enviada por ocasião do Jubileu de Prata ao Pe Silvio Nunes que Sua Santidade Papa Francisco concede Bênção Apostólica entregando ao homenageado que apresentou ao povo sendo ovacionado.
O grupo de Liturgia entoou a Canção Sacerdotal e fez homenagem em nome de toda a comunidade pela dádiva dos 25 anos de vida sacerdotal do Pe Silvio Nunes.
Emocionado e cheio de gratidão o Reverendíssimo Pe. Silvio Nunes agradeceu a todos os paroquianos, amigos e familiares presentes  por tomarem parte em tão significativo momento de sua vida e missão assumida há 25 anos com o propósito de anunciar a boa nova do Cristo através do sacramento da Ordem no grau Presbiteral.
Após a Solene Eucaristia o Reverendíssimo Pe. Silvio Nunes recebeu mais homenagens e foi servido um jantar de confraternização no salão paroquial num  clima de alegria e júbilo.
- See more at: http://www.diocesedepatospb.org.br/taperoa-festeja-jubileu-de-prata-do-pe-silvio-nunes/#sthash.jqCmvw6t.dpuf
O 27º Domingo do Tempo Comum neste dia (06), foi Celebrado com duas grandes motivações para a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Taperoá que festejou os 25 anos de Sacerdócio do Reverendíssimo Pe Silvio Nunes Faustino Filho e 127 anos de emancipação política.
A Solene Eucaristia foi presidida pelo Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Eraldo Bispo da Silva e concelebrada pelos Reverendíssimos Pe. João Saturnino, Pe. João Melquíades , Pe. Elias Ramalho e pelo jubilando Pe Silvio Nunes.
Com uma liturgia que primou como de costume pela simplicidade foi comemorado com grande alegria por toda a comunidade o Jubileu de Prata do Reverendíssimo Pe Silvio Nunes, ordenado sacerdote para a Igreja de Jesus Cristo há exatos 25 anos.
Em sua homilia, o Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Eraldo Bispo da Silva salientou a singularidade e beleza dos textos litúrgicos chamando a atenção a necessidade de reavivar o dom de Deus em todos nós.
Ao falar sobre a Fé o bispo diocesano ressaltou que mesmo pequena e frágil ela é capaz de nos sacudir, nos desinstalar, transformar- nos e inquietar-nos do contrário não está sendo vivenciada com afinco.
Dirigindo-se ao homenageado pela passagem dos 25 anos de vida sacerdotal exortou: “Desejo que o Pe. Silvio revigore cada vez mais o dom de sua entrega através do sacerdócio e que venham outros 25 anos dedicados a Deus e a seu povo”.
Ao final da Celebração em nome de todo o Clero Diocesano o Reverendíssimo Pe Elias Ramalho leu mensagem enviada por ocasião do Jubileu de Prata ao Pe Silvio Nunes que Sua Santidade Papa Francisco concede Bênção Apostólica entregando ao homenageado que apresentou ao povo sendo ovacionado.
O grupo de Liturgia entoou a Canção Sacerdotal e fez homenagem em nome de toda a comunidade pela dádiva dos 25 anos de vida sacerdotal do Pe Silvio Nunes.
Emocionado e cheio de gratidão o Reverendíssimo Pe. Silvio Nunes agradeceu a todos os paroquianos, amigos e familiares presentes  por tomarem parte em tão significativo momento de sua vida e missão assumida há 25 anos com o propósito de anunciar a boa nova do Cristo através do sacramento da Ordem no grau Presbiteral.
Após a Solene Eucaristia o Reverendíssimo Pe. Silvio Nunes recebeu mais homenagens e foi servido um jantar de confraternização no salão paroquial num  clima de alegria e júbilo.
- See more at: http://www.diocesedepatospb.org.br/taperoa-festeja-jubileu-de-prata-do-pe-silvio-nunes/#sthash.jqCmvw6t.dpuf
O 27º Domingo do Tempo Comum neste dia (06), foi Celebrado com duas grandes motivações para a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Taperoá que festejou os 25 anos de Sacerdócio do Reverendíssimo Pe Silvio Nunes Faustino Filho e 127 anos de emancipação política.
A Solene Eucaristia foi presidida pelo Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Eraldo Bispo da Silva e concelebrada pelos Reverendíssimos Pe. João Saturnino, Pe. João Melquíades , Pe. Elias Ramalho e pelo jubilando Pe Silvio Nunes.
Com uma liturgia que primou como de costume pela simplicidade foi comemorado com grande alegria por toda a comunidade o Jubileu de Prata do Reverendíssimo Pe Silvio Nunes, ordenado sacerdote para a Igreja de Jesus Cristo há exatos 25 anos.
Em sua homilia, o Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Eraldo Bispo da Silva salientou a singularidade e beleza dos textos litúrgicos chamando a atenção a necessidade de reavivar o dom de Deus em todos nós.
Ao falar sobre a Fé o bispo diocesano ressaltou que mesmo pequena e frágil ela é capaz de nos sacudir, nos desinstalar, transformar- nos e inquietar-nos do contrário não está sendo vivenciada com afinco.
Dirigindo-se ao homenageado pela passagem dos 25 anos de vida sacerdotal exortou: “Desejo que o Pe. Silvio revigore cada vez mais o dom de sua entrega através do sacerdócio e que venham outros 25 anos dedicados a Deus e a seu povo”.
Ao final da Celebração em nome de todo o Clero Diocesano o Reverendíssimo Pe Elias Ramalho leu mensagem enviada por ocasião do Jubileu de Prata ao Pe Silvio Nunes que Sua Santidade Papa Francisco concede Bênção Apostólica entregando ao homenageado que apresentou ao povo sendo ovacionado.
O grupo de Liturgia entoou a Canção Sacerdotal e fez homenagem em nome de toda a comunidade pela dádiva dos 25 anos de vida sacerdotal do Pe Silvio Nunes.
Emocionado e cheio de gratidão o Reverendíssimo Pe. Silvio Nunes agradeceu a todos os paroquianos, amigos e familiares presentes  por tomarem parte em tão significativo momento de sua vida e missão assumida há 25 anos com o propósito de anunciar a boa nova do Cristo através do sacramento da Ordem no grau Presbiteral.
Após a Solene Eucaristia o Reverendíssimo Pe. Silvio Nunes recebeu mais homenagens e foi servido um jantar de confraternização no salão paroquial num  clima de alegria e júbilo.
- See more at: http://www.diocesedepatospb.org.br/taperoa-festeja-jubileu-de-prata-do-pe-silvio-nunes/#sthash.jqCmvw6t.dpuf
CONTINUE LENDO ►

domingo, 6 de outubro de 2013

Morre Céu da Louceiras

Faleceu, neste domingo, Maria do Céu que era líder da Comunidade Quilombola do Talhado em Santa Luzia. O assassino foi o seu companheiro que, no último dia 27 de setembro, ateou fogo no corpo de Maria do Céu.

Céu estava internada na UTI  do Hospital de Trauma Dom Luiz Gonzaga na cidade de Campina Grande. Com mais de 70% do corpo queimado, Céu não resistiu e faleceu deixando três filhos e toda uma história de luta pelo reconhecimento dos direitos da comunidade quilombola.

Neste momento, a família está providenciando a liberação do corpo e o velório. Ainda não se confirmou a hora do sepultamento de Céu que deve ocorrer amanhã.
CONTINUE LENDO ►

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Familiares esclarecem boatos sobre estado de saúde de Maria do Céu

A líder da Comunidade do Quilombo Urbano de Serra do Talhado, Maria do Céu, segue internada, em estado grave, no setor azul da UTI do Hospital de Trauma em Campina Grande.

Com mais de 70% do corpo queimado, Céu foi colocada em coma induzido para que ela pudesse suportar as dores provocadas pelos ferimentos. 

Segundo Janaina Santos, sobrinha de Céu que está em  Campina Grande e visitou a tia, muitas pessoas estão lançando boatos sobre o estado de saúde dela. Segundo os boatos, Maria do Céu teve seio retirado, braço amputado o que não corresponde em nada com a realidade. Céu passou por uma cirurgia para remoção de pele nas áreas queimadas e está recebendo hidratação na área para que a pele possa se reestabelecer.

Os médicos não informaram, ainda, se será necessário algum procedimento cirúrgico para enxerto em qualquer parte de seu corpo. Portanto, a família pede a compreensão das pessoas em não plantarem boatos o que aumenta, ainda mais, o sofrimento dos parentes que estão tentando lidar com o estado delicado de saúde de Céu.

Outra informação obtida agora a tarde é que o agressor de Céu continua internado em estado gravíssimo no setor rosa da UTI no mesmo hospital.
CONTINUE LENDO ►

Insatisfeito ex-vereador de Santa Luzia anuncia saída do PMDB

O ex-vereador de Santa Luzia, Anchieta Lima, insatisfeito com a atenção recebida pelo PMDB, anunciou no início da manhã desta terça feira que pediu desfiliação. 

Anchieta usou seu perfil no facebook para externalizar o seu descontentamento com a forma como vinha sendo tratado no PMDB. No texto que publicou, o ex-vereador não deixa claro para qual partido deverá ir,entretanto, ressalta que procurará um que seja oposição ao atual grupo que administra Santa Luzia. Não se sabe, ainda, qual será o posicionamento do Vereador Netto Lima (PMDB) que é filho de Anchieta, mas primeiras notícias são de que ele continuará no partido pelo qual foi eleito.

Confira, na íntegra, a publicação:
"Uso deste espaço para informar aos meus amigos Santaluzienses que estou pedindo a desfiliação do PMDB de Santa Luzia. por me sentir oprimido e por tantas vezes não ser ouvido pelo o próprio partido, desde que entrei neste partido sempre preguei a oposição com responsabilidade, mas percebi que alguns não me ouvia, e não me dava respaldo para diversas situações políticas que configurara para o bem do povo santaluziense. Serei sempre oposição procurarei um outro partido que aceite minhas idéias, e que me dê respaldo, para que possamos avançar no rumo do desenvolvimento por uma Santa Luzia melhor"Anchieta.

Até o fechamento deste texto, o presidente reeleito do PMDB, Chicão,  não havia comentado a notícia.
CONTINUE LENDO ►